Eba! Eu vou casar! Quando?

Photobucket A-gos-to de Deus 2010! (27.08.2010) Hehehe! Me casei! E meu blog completou um ano! Entao, meu nome e Mariana Ava, tenho 23 anos e moro em New York. Meu noivo(hoje marido), o americano-italiano-croata, Richard, me pediu em casamento dia 23 de Dezembro de 2009. Começamos a planejar o nosso casamento em Janeiro de 2010... Um ESTRESS sem fim! Hahaha! Tirando essa parte, planejar um casamento é maravilhoso. Agora, planejar um casamento em New York, realmente, "nao tem preço "... pois é muito caro!Mas com muito esforço e dedicação, consegui realizá-lo! Tudo deu muito certo! Graças à Deus! :) Beijos a todos! Mwah!

Sunday, November 14, 2010

O relato de uma noiva em New York (eu)


Nesse post aqui mostramos o lindo casamento da blogueira/cantora gospel/modelo Mariana Ava e Richard em Nova Iorque. Quem olha as fotos pode imaginar coisas como:
“Nossa, que casamento luxuoso!”
Ou ainda:
“Com dinheiro é muito fácil…”
Mas como Mariana é uma pessoa normal, como eu e você, pedi a ela que contasse para o Casarei como é que ela fez para se casar em New York. Ela enviou esse doce depoimento abaixo, onde conta parte das dificuldades encontradas e mostra porque o momento perfeito valeu todo o sacrifício.
Ela organizou o casamento sem ajuda profissional, apenas com o amigo Google, e cuidou pessoalmente da decoração do seu próprio casamento!!! O que podemos dizer??? Mariana, você é vitoriosa! As imagens mostram como seu esforço e dedicação fizeram a diferença…
Veja só que preciosidade:
“Casar na cidade de Nova Yorque foi, para mim, um sonho realizado. Tantas coisas acontecem em New York, tanta gente andando pelas ruas… centro da moda, das luzes e do Dollar. É a cidade não dorme!  E eu, euzinha, mais um ser vivente no meio dessa ´floresta de concreto, onde os sonhos são formados’, como diz a nossa querida Alicia Keys em uma de suas canções, me casei por ali…
Desde a minha adolescência, sonhava em residir em New York. Como a minha vontade de viver sempre foi muito maior do que a minha vontade de sonhar, coloquei nas mãos de Deus e, com perseverança, esforço e dedicação, a vida me trouxe a New York, onde conheci meu marido através de um site de relacionamentos. Após dois anos de namoro, ele me pediu em noivado e logo começamos a planejar o casamento. Tivemos oito meses para passarmos da estaca zero, para o “pode beijar a noiva” no altar.
Desde a escolha do vestido, a escolha do cardápio para a festa, usamos do nosso próprio gosto, que gosto de chamá-lo de “bom”, simplesmente por que é nosso. Não seguimos regras ou padrões. Com a ajuda de nossos pais e de uma grande amiga minha, fomos, aos poucos, contratando as pessoas que nos ajudariam a realizar o nosso GRANDE dia. O primeiro passo foi escolher o local. Consultei meu grande amigo, Sr. Google, e ele me deu os 10 melhores lugares para se casar em NYC. Um deles, foi o Angel Orensanz Foundation, que, apos olhar as fotos, me apaixonei. Depois fotógrafos, vestido, make up…. e por aí vai a interminável lista  – e-nor-me.
Sabe quando chega o dia do casamento e a noiva vai para um Spa ter o seu dia de beleza e relaxar? Pois é, no dia do meu casamento eu estava, digamos, ”decorando” o salão. Arrasta cadeira pra cá, arrasta mesa pra lá…
‘Cadê a passadeira de espelhos? Os forros, gente, os forros!! E o piano que ainda nao chegou? Gente, cadê meu pai com a comida?’
Loucuuuuuuuuuura, geral! Por aí já dá pra perceber que existem vantagens e desvantagens quando se casa fora do país de origem. O que achei mais diferente e por sinal difícil, foi o fato de que tudo tem que ser pago antes do casamento. TUDO! Ou seja, em apenas oito meses tivemos que pagar o nosso casamento inteiro. Nao é barato, aliás, nada em New York é barato, mas concluímos que vale a pena gastar para que seu dia seja memorável. Sempre dizia ao meu esposo, “A gente vai empobrecer, mas depois a gente trabalha….” Haha!
O fato de não termos contratado uma pessoa física para ser nossa cerimonial, também dificultou o planejamento um pouco. Dependemos da internet para nos direcionar.
Foi difícil, mas um dos pontos positivos, foi que eu realmente me senti envolvida em todo o planejamento. Negociei contratos, comprei peças para a decoração, fiz arranjos, aluguei piano, ajudei na compra da comida, contratei garçons, bartenders, planejei os horários exatos da cerimônia e festa, contratei quarteto de cordas, contratei DJ, contratei banda de Bossa Nova.. enfim, fiz tudo. Lógico que fiz tudo isso com a ajuda do noivo, da família e alguns amigos, que não me deixaram enlouquecer ou ter um ataque de estresse.
Meus pais ficaram responsáveis pela decoração do dia, bolo, mesa de doces e também da comida para o jantar – 175 pessoas.
Não vou mentir, a comida estava divina, a mesa de doces e bolo indescritível! Acho que esses americanos nunca viram tanta comida! Meus sogros, que são experts em vinho, ficaram responsáveis por eles. O interessante foi que, meia hora antes do casamento, meu pai ainda estava chegando do supermercado com as últimas compras para o jantar da noite, enquanto toda a família, e também euzinha, o aguardava para dar início ao casamento. Quanta ousadia, eu penso. Uns brasileiros lá de Goiânia, montando um evento SO-ZI-NHOS em NY! Só Brasileiro mesmo, não é?
Foi tudo muito, muito além das nossas expectativas! Dava um frio na barriga de saber que estava casando, mas o estômago virava do avesso mesmo ao pensar que nós estávamos organizando tudo. No final, recebemos vários elogios e as pessoas saíram bem satisfeitas.
Eu e meu esposo nao conseguíamos acreditar no que havia acontecido naquela noite. Somos muito gratos a Deus pelas pessoas à nossa volta, e  pela oportunidade que agarramos. Amo ajudar noivas que estao “em apuros” como eu mesma me encontrei antes do casamento. Sempre digo: Aonde existe amor e dedicação, existe sucesso. Não importa se o casamento for em Paris ou num pequeno vilarejo. Para 300 pessoas ou somente para cinco íntimos. Chame o seu gosto de bom gosto, e tenho certeza que seu dia sera inesquecível!
Beijos!
Mariana Ava”
Mari, obrigada pelo depoimento. Você é muito corajosa e nos mostrou que é possível realizar um sonho que parece inatingível!

4 comments:

Laís Vilela( em breve Ferreira) said...

Olá!
Adorei o blog tô seguindo!
Beijocas♥

Bella & Fábio said...

Mari..que chic sua "matéria"!!!
cada dia mais sou sua fã!!
beijoos

said...

Linda, eu amei seu depoimento! Eu sempre fico aqui pensando sobre essa tarefa de "fazer boa parte" ou "quase tudo" do casamento, porque eu estou do lado do "fazer quase tudo" e as vezes isso me dá medo! Mergulhei de cabeça que vou fazer a decoração do meu casamento com a ajuda de algumas pessoas é claro, mas sempre fico pensando se vou conseguir. Tem horas que me animo, tem horas que bate um desanimo, insegurança....e agora lendo seu post, eu vi que sim, é possível sim!!! E que o que importa nisso td é a vontade que se tem em realizar esse sonho e principalmente o amor! O amor dos noivos, o amor da família, dos amigos... amei seu depoimento, me encheu de esperança de que realmente d a gente se determina em algo, a gente consegue sim! Com a ajuda de Deus e com nossos esforços!!!
Como disse a Belinha, cada dia a mais tb me trono mais sua fã!!!!
Parabéns linda, por td seu empenho com seu lindo dia e em querer nos ajudar aqui do outro lado!!!
Bjks tupiniquins

Maria Alfinete said...

Nooossaaaa arrasou hein.. casar em Ny não é pra qualquer um!rsrs
Adoreiii o seu blog e já estou seguindo! E se eu precisar de alguma coisa dai vou pedir mesmo, hein?!?! ;) rsrsrs
=*

www.marialfinete.blogspot.com

LINKWITHIN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...